Fé, Oportunismo, Vaidade ou Esperança... (Prte 2)


Em um post anterior (aqui), citei e critiquei as atitudes das pessoas que só praticam a religião dentro de seu templo e no dia-a-dia, revertem suas atitudes ao contrário... com materialismo, egoísmo, preconceito e outras coisas mais...
Pois bem, esta semana, a mesma pessoa, mas precisamente uma criatura que se diz apometrista, espírita, caridosa e mais um monte de merda mentirosa, mais uma vez tentou usar descaradamente a espiritualidade para agir e prejudicar outra pessoa... 
A mulher, dona de um salão de beleza, tem um filho cheio de neuras e não admite o homossexualismo do guri, tem um marido que sustenta ela com uma boa aposentadoria da CEEE e outro filho que ao que parece também é maluco, resolveu usar desculpas estapafurdias e ofensivas (as quais prefiro não citar),  para demitir uma funcionária, mas é indiscutível que a real motivação foi o ciúmes vaidoso gerado pelo fato de que, sua funcionária, com mais carisma, mas versatilidade, mais conhecimento técnico, mais profissionalismo e garra, conquistou mais clientes em um ano do que a própria dona do salão em dois anos! Irritava-a o modo despido de preconceitos que sua funcionária atendia e se fazia útil a todas as clientes que ali chegavam sem exceção alguma!
Onde está a espiritualidade? onde foi parar o conhecimento espiritualizado da alma que prega a igualdade? Não existe bondade em um ser que não suporta negros, que não suporta pobres e que acredita que não deve trabalhar mais do que 4 horas por dia!!!!!!!!!! Uma criatura que não precisa trabalhar, pois o marido, ao qual nitidamente ela expressa nojo até de chegar perto, a sustenta!!!! HIPOCRISIA!!!!!!!!!! Isso me irrita!!!!
Em meio a tanta hipocrisia espiritual sua funcionária disse: "Tu pode manipular quem tu quiser como testemunhas, mas não vais de modo algum, mentir ou enganar estas testemunhas que estão aqui sim, mas que não as vemos... a estas testemunhas tu não vais poder mentir, e é a elas que terás de prestar as reais contas... daí sim eu quero te ver!!".
Bem, creio que não precisa dizer mais né?!

Um comentário:

Jorge Ramiro disse...

Amor e dialética, dialética e amor. Às vezes, o amor ea razão são compatíveis. Para as pessoas gostam de ter projetos, as pessoas gostam de se casar, as pessoas gostam de ter animais. Eu tenho um cachorro e eu tenho que comprar comida, roupas para cães. É um grande esforço.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...